A importância do ferro na alimentação e seus benefícios

A importância do ferro na alimentação e seus benefícios

Oct 11, 2012

O ferro da alimentação não é totalmente aproveitado pelo organismo, ele precisa de algumas substâncias associadas. Existem dois tipos de ferro nos alimentos: os provenientes de células do tecido animal e o encontrado nos demais alimentos (cereais, leguminosas, folhas e etc) e que corresponde, normalmente, a 90% do ferro total ingerido.

De todos os benefícios os principais deste nutriente é que ele é essencial no processo de crescimento e desenvolvimento do organismo, atuando na formação de hemoglobina do sangue e na respiração celular. Existem alguns fatores que inibem a absorção do ferro, exemplo: o excesso de alguns minerais na alimentação, como cálcio, zinco e cobre. E fatores que estimulam essa absorção, exemplo: a vitamina C (ácido ascórbico) presente em frutas e hortaliças cruas

A principal importância do ferro é a estabilização de resistência imunológica. Em crianças a deficiência de ferro compromete o desenvolvimento cognitivo. Também participa como co- fator em várias enzimas, auxiliando no funcionamento adequado das células e possui papel importante em processos metabólicos como na síntese de componentes do DNA e do RNA, colágeno, neurotransmissores e na conversão do betacaroteno em vitamina A.

A carne vermelha é ainda o alimento que oferece ferro em maior quantidade e de melhor absorção. Os vegetais de folhas escuras, contem muito ferro, porém sua absorção é menor. Os cereais de um modo geral e principalmente o feijão e a lentilha, são ricos em ferro. A recomendação é manter uma alimentação equilibrada, que possa suprir todos os nutrientes essenciais ao organismo, pois a sobrecarga deste metal também é prejudicial ao organismo e pode causar lesão tecidual, pois armazena em grande quantidade nos macrófagos, alterando suas funções.

As causas mais comuns de sobrecarga são de origem genética ou adquirida.
As de origem genética são: hemocromatose hereditária ou anemias refratárias. As consequências frequentes de hemocromatose são diabete, artrite, insuficiência cardíaca congestiva, cirrose hepática, impotência sexual.
As de origem adquirida são também refratárias devido a transfusões sanguíneas, aplasia medular, ingestão crônica de ferro (suplementação) e etc.
A absorção do ferro, especialmente de origem animal, é aumentada com a ingestão conjunta de alimentos levemente ácidos (ou proteínas) e também por alimentos ricos em ácido ascórbico (vitamina C).

A forma de preparo também pode influenciar na absorção de ferro pelo organismo, um exemplo comum é o cozimento de cereais integrais e leguminosas, diminui a quantidade de filatos destes alimentos e consequentemente aumentando a disponibilidade de
ferropara o organismo humano. Assim sendo, a absorção de ferro depende de diversas caractrísticas da alimentação. Até mesmo as reservas de ferro influenciam nessa absorção, ou seja, a necessidade de ferro estimula maior absorção pelo organismo.
A cafeína prejudica a absorção de alguns nutrientes como ferro, cálcio e magnésio. Mas a orientação é simples, procurar não ingerir estes nutrientes na mesma refeição.

Dica importante: Alimentação saudável e equilibrada promove bem estar, disposição e saúde. Mantenha hábitos saudáveis cotidianos como: exercícios, uma boa noite de sono, atividades que deem prazer e uma boa hidratação.

Por Ione Leandro Queiroga.
Nutricionista da Rede Onodera.

Blogger PostOrkutCompartilhar

14 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. A importância do ferro na alimentação e seus benefícios | Placedelamode - [...] A importância do ferro na alimentação e seus benefícios  » http:// dicasdebelezaeestetica.com.br [...]
  2. Bye bye, triglicérides e colesterol! | Dicas de Beleza e Estética - [...] má alimentação, o sedentarismo e o estresse não são apenas os vilões da balança, da beleza e do bem-estar. ...
  3. Xô, flacidez! | Dicas de Beleza e Estética - [...] os alimentos que fazem bem à saúde e podem dizer adeus à [...]

Deixe um comentário